SOBRADO NHÔ DJONZINHO

SÃO FILIPE - Arquitetura doméstica - Sobrados


   0
   Valorar

Compartir en Facebook

Compartir en Google+

Sobrado: habitações de dois pisos de arquitectura de estilo colonial. Eram construídas aproximadamente a fins do século XVIII e princípios do século XIX. Restos de uma sociedade escravocrata, os sobrados eram as casas da aristocracia rural de São Filipe onde os andares superiores eram reservados à habitação dos proprietários, e os pisos térreos se destinavam a lojas e armazéns.

“Este sobrado construído no século XX pertenceu a João Lúcio de Sousa mais conhecido como “Nhô Djonzinho” (1892- 1958), que foi Capitão Americano da Marinha”. (ALVES, 1992, p.21).

No rés-do-chão funcionava a loja do “Nhô Djonzinho” Sousa e no primeiro andar a moradia da família, com grandes salões.

“Segundo uma fonte oral essa casa albergou muitas personalidades estrangeiras, como tropas e pessoas reformadas de Angola. Funcionou também como loja do pai do comerciante Rodrigo numa parte e numa outra sala como a primeira sede da OMCV da ilha do Fogo”. (BARBOSA e SILVA, 2018).



SOBRADO NHÔ DJONZINHO

Trata-se de um sobrado de dois pisos. Fachada simétrica com seis vãos alinhados e distribuídos em três por piso. Portas e janelas em arco abatido com venezianas. Rematam a fachada uma cornija e uma platibanda que esconde o telhado. No segundo piso tem uma varanda com balaústres apoiada em mísulas.

Atualmente funciona como a Pensão Bela Vista e no seu interior distribuem-se duas salas de estar, sete quartos, uma cozinha, 10 wc, quintal, arrecadação e um escritório.



SOBRADO NHÔ DJONZINHO

ILHA                    Fogo

CONCELHO        São Filipe
LOCALIDADE     São Filipe

ENDEREÇO        Alto São Pedro



SOBRADO NHÔ DJONZINHO

A estrutura é constituída por paredes autoportantes, muro de pedra, cobertura de telha, revestimento em cimento, carpintarias de madeira.


-BARBOSA e SILVA. “Inventário do património imóvel do Centro Histórico de São Filipe-Fogo”. Câmara Municipal de São Filipe, 2018.

-IPC - Instituto do Património Cultural de Cabo Verde.

-PDU-Plano de Desenvolvimento Urbano São Filipe. “Informação, Diagnóstico e Cenários”. Ministério das Obras Públicas de Cabo Verde, 1991.

-PIRES SEQUEIRA, A. “O património construído da cidade de São Filipe na ilha do Fogo: subsidios para o seu estudo”.Monografia Licenciatura de História. Instituto Superior de Educação-ISE. Praia, 2006.

Equipe de redação e investigação: Unidade de Arquitetura Fundação CICOP.

Miguel Ángel Fernandez Matran-Director

Gislaine Hasse- Arquiteta

Délcia Lenina Barbosa-Gestor Cultural

Cristiano de Pina Silva- Gestor Cultural

Fotografias:

Gislaine Hasse

Délcia Lenina Barbosa


Descripción Documento Descargar Documento
Ficha GPC

No existe/n Bien/es Relacionado/s