SOBRADO NHÔ ANÍBA

SÃO FILIPE - Arquitetura doméstica - Sobrados


   0
   Valorar

Compartir en Facebook

Compartir en Google+

Sobrado: habitações de dois pisos de arquitectura de estilo colonial. Eram construídas aproximadamente a fins do século XVIII e princípios do século XIX. Restos de uma sociedade escravocrata, os sobrados eram as casas da aristocracia rural de São Filipe onde os andares superiores eram reservados a habitação dos proprietários, e os pisos térreos se destinavam a lojas e armazéns.

Não se conhece o primeiro dono deste sobrado porque não consta no livro de registo nas finanças. Teria sido comprado por Henrique de Oliveira, quando desempenhou o cargo de Administrador do Concelho do Fogo, para posteriormente aparecer como propriedade de Aníbal Henriques “Nhô Aníba”, personagem que exerceu alguma influência na cidade de São Filipe pelos seus ideais políticos.

Localizada no rés-do-chão do seu sobrado, ficava a loja Nhô Aníba que comerciava com fazendas ou outros artigos. Politicamente eram bem conhecidas suas ideias antiregime e antisalazarista de Nhó Aníba.

Socialmente em diversas ocasiões, Nhó Aníba reivindicou  a abolição dos preconceitos raciais e pela democratização da sociedade Foguense. Já quando era jovem, e quando da constituição do Grupo “SETE ESTRELO” em 1917 que foi criado quase exclusivamente para desenterrar a Bandeira de São Filipe, Nhô Aníba havia defendido insistentemente a inclusão do grupo de elementos mestiços. Mais tarde formou grupo desportivo “LUSO”, constituído por indivíduos pertencentes às então chamadas “segunda” e “terceira” “sociedades”. Naquele tempo, nos jogos que se realizavam a primeira “sociedade” torcia-se pelo grupo “ONZE ESTRELAS”, entregado predominantemente pela elite da vila.

Nas festas da bandeira foi ainda, Nhô Aníba que começou a convidar para nelas tomar parte elementos da camada popular e até o interior da Ilha o que, na altura, causava grande indignação entres as gentes mais conservadoras. (BARBOSA e SILVA, 2018).



SOBRADO NHÔ ANÍBA

Sobrado de dois pisos, de uso administrativo e cultural é propriedade da Câmara Municipal de São Filipe. Possui fachada simétrica com três portas por piso. O vão central supeior se abre a uma varanda de madeira e as duas janelas que laterias possuem peitoril de madera. O conjunto se remata por cornija e platibanda que esconde o telhado.



SOBRADO NHÔ ANÍBA

ILHA                    Fogo

CONCELHO        São Filipe
LOCALIDADE     São Filipe

ENDEREÇO        Alto São Pedro



SOBRADO NHÔ ANÍBA

A estrutura é constituída por paredes autoportantes, muro de pedra, cobertura de telha a quatro águas, revestimento em cimento e as carpintarias em madeira.



SOBRADO NHÔ ANÍBA

-BARBOSA e SILVA. “Inventário do património imóvel do Centro Histórico de São Filipe-Fogo”. Câmara Municipal de São Filipe, 2018.

-IPC - Instituto do Património Cultural de Cabo Verde.

-PDU-Plano de Desenvolvimento Urbano São Filipe. “Informação, Diagnóstico e Cenários”. Ministério das Obras Públicas de Cabo Verde, 1991.

-PIRES SEQUEIRA, A. “O património construído da cidade de São Filipe na ilha do Fogo: subsidios para o seu estudo”.Monografia Licenciatura de História. Instituto Superior de Educação-ISE. Praia, 2006.

Equipe de redação e investigação: Unidade de Arquitetura Fundação CICOP.

Miguel Ángel Fernandez Matran-Director

Gislaine Hasse- Arquiteta

Délcia Lenina Barbosa-Gestor Cultural

Cristiano de Pina Silva- Gestor Cultural

Fotografias:

Gislaine Hasse

Délcia Lenina Barbosa



SOBRADO NHÔ ANÍBA
Descripción Documento Descargar Documento
Ficha GPC

No existe/n Bien/es Relacionado/s