CONVENTO DE SÃO FRANCISCO

RIBEIRA GRANDE DE SANTIAGO - CIDADE VELHA - Arquitetura religiosa - Igreja


   0
   Valorar

Compartir en Facebook

Compartir en Google+

O Convento e Igreja de São Francisco foram construídos em 1657, num local isolado do centro urbano, rodeado por densas vegetações como forma de proporcionar paz e tranquilidade dos frades franciscanos que aí residiam.

 

No inicio do século XVII o conjunto de edificios do Convento de São Francisco foi parcialmente destruído por um incêndio. Posteriormente o convento sofreu varios ataques sendo o mais danino o perpetuado por Jacques Cassard no ano 1712, sendo os edificios abandonados depois desse fato.



CONVENTO DE SÃO FRANCISCO

Igreja tem planta poligonal composta por nave e capela-mor destacada, mostrando a articulação dos volumes. Fachada de pano único de frontão triangular, aberto por portal e encimado por janelão com grades em ferro; campanário no cunhal do lado esquerdo, da fachada principal, com ventana em arco de volta inteira de remate triangular. Paredes laterais, de pano único, com janelas, no corpo da nave e na capela-mor, delimitadas por cunhais. No interior da igreja do convento podemos constatar uma nave única e capela-mor, sendo visíveis os negativos dos azulejos que revestiam o seu interior. No corpo da nave pode-se ainda observar a marcação da existência de um piso (possivelmente o coro-alto) e no centro encontra-se uma lápide tumular epigrafada. Ainda se encontram dispersos restos de pequenos muros aparelhados, que pertenceriam ao edifício conventual.



CONVENTO DE SÃO FRANCISCO

CONCELHO        Ribeira Grande de Santiago
LOCALIDADE     Cidade Velha
ENDEREÇO        Cidade Velha



CONVENTO DE SÃO FRANCISCO

Paredes autoportantes de cantaria.



CONVENTO DE SÃO FRANCISCO

No inicio do século XVII o conjunto de edificios do Convento de São Francisco foi parcialmente destruído por um incêndio. Entre 2001 e 2005 se realizaram importantes obras de restauro para permitir que no interior da igreja se realizem actividades culturais como: concertos, conferências e exposiçoes. Na restauração as ruínas do Convento foram estabilizadas com colunas de argamassa (capping) para que ficassem acesíveis aos visitantes e que se pudesse apreciar o volume do edificio.



CONVENTO DE SÃO FRANCISCO

-Instituto de Património Cultural - IPC

- SIPA-Sistema de Informação para o Património Arquitetónico. DGPC- Direção-Geral do Património Cultural. http://www.monumentos.gov.pt/Site/APP_PagesUser/SitePageContents.aspx?id=08a335ea-db85-4fdd-862b-fe6e623e44a8 consultada em 12/07/18.

-HPIP – Patrimônio de Influência Portuguesa. http://www.hpip.org/def/pt/Conteudos/Contextos consultada en 22/06/18.

Equipe de redação e investigação: Unidade de Arquitetura Fundação CICOP.

Miguel Ángel Fernandez Matran-Director

Gislaine Hasse- Arquiteta

Aarón José Armas de la Rosa- Arquiteto técnico

Fotografias:

Felipe Monzón

Gislaine Hasse


Descripción Documento Descargar Documento
Ficha GPC CICOP

No existe/n Bien/es Relacionado/s